Ángela Morgan

Belíssima ilustração do meu cabeçalho é da ilustradora - Ángela Morgan

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

De repente...♥



De repente tudo vai ficando tão simples que assusta. A gente vai perdendo algumas necessidades, antes fundamentais e que hoje chegam a ser insignificantes. Vai reduzindo a bagagem e deixando na mala apenas as cenas e pessoas que valem a pena. As opiniões dos outros são unicamente dos outros, e mesmo que sejam sobre nós, não têm a mínima importância. (...)

Vamos abrindo mão das certezas, pois com o tempo já não temos mais certeza de nada. E de repente isso não faz a menor falta. (...) Paramos de julgar, pois já não existe certo ou errado, mas sim a vida que cada um escolheu experimentar.

(...) Por fim entendemos que tudo que importa é ter paz e sossego. É viver sem medo, e simplesmente fazer algo que alegra o coração naquele momento. É ter fé. E só

Elaine Matos 


Amara Mourige        

quarta-feira, 14 de junho de 2017

“Existem lembranças que são fontes perenes de amor"...


“Existem lembranças que são fontes perenes de amor. Recordá-las é como caminhar descalço na areia da praia num começo de manhã de céu azul, a brisa do mar misturada aos raios do sol, aquele ventinho morno que se derrama na pele com gentileza rara. Recordá-las é um cafuné gostoso que a vida reinventa. Quando estamos tristes, cansados, aborrecidos, também podemos ir até lá, onde essas lembranças moram… É um jeito afetivo de renovar a energia no momento presente.”
Ana Jácomo
Amara Mourige

sábado, 13 de maio de 2017

"O amor...

O amor... Ah, o amor...ás vezes dói, mas como viver...

"O amor desbasta o ego. Enxuga excessos. Delata as mínguas. Transforma as mágoas. Destrona arrogâncias e idealizações. Desmancha certezas e tece oportunidades. Bagunça a auto imagem todinha, piedade zero, culpa nenhuma.
O amor percorre territórios devastados da alma com a calma necessária para reflorestar um a um. Dissolve neblinas. Revela o sol. 
Destece máscaras. Reinaugura a humildade. Faz ventar. Faz chorar. Faz sorrir. Faz tempestade um monte de vezes pra dizer também céu azul um monte de vezes depois."
Ana Jácomo

Amara Mourige

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Combinei comigo não desistir de mim.


"Não importa o quanto às vezes seja difícil, o quanto às vezes eu me atrapalhe, o quanto às vezes eu seja a densa nuvem que esconde o meu próprio sol, quantas vezes seja preciso recomeçar: combinei comigo não desistir de mim." ( Ana Jácomo)

Amara Mourige

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Desânimo...

Olá amigos e amigas, desculpe a ausência, mas ando com um desânimo para blogar. Eu que adoro blogar, não sei o que está acontecendo.
Ando sem vontade de nada, nem de ficar no PC


Recomeço...
'' Que todas as minhas incertezas virem histórias e que todas as minhas angústias se transformem em finais felizes. Que a Fé que transborda em meu peito seja combustível pro mundo de sonhos que quero realizar. Que a vontade de ser feliz nunca me falte... "

 Marcely Pieroni.

Desejo um domingo abençoado a todos!

Amara Mourige